Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rapaz Invisível

Dia Mundial da Televisão

televisao.jpg

Hoje é o dia dela. O dia da "caixinha mágica".

 

Para o comum dos mortais, a televisão é um simples aparelho que se liga, quando se chega a casa, e através do qual se vê coisas. Fazemos zapping com um comando, comodamente sentados no sofá, até encontrar aquele programa que nos vai fazer ficar colados ao ecrã. 

 

Mas a televisão é muito mais do que isso. A televisão é a azafama dos tempos, a correria entre a sala de maquilhagem e o estúdio, os gritos na régie, as câmaras que mostram tudo, uma cara familiar que entra, através do ecrã, em tua casa... os jornalistas e repórteres que passam horas ao frio e à chuva para recolher as melhores imagens e depoimentos para montar uma reportagem de 3 minutos... os telefonemas de pedido de informação, de estórias ouvidas, de testemunhos contados...

 

A televisão é um mundo para além de um ecrã. É certo que um rosto, familiar, está "no ar" horas e horas a apresentar e a entreter as pessoas, mas atrás desse rosto estão equipas, completas, prontas a meter um programa de pé, custe o que custar. A televisão é bem mais que um mudar de canal. A televisão são horas e horas de preparação, com dias de antecedência para que nada corra mal.

 

A televisão é um realizador a escolher os melhores planos para pintar a pantalha, é um apresentador a dar o melhor a contar uma estória, são os câmaras a recolher as emoções através de uma objetiva, é uma equipa a coordenado o programa e outra a preparar, afincada e cuidadosamente, os conteúdos que vão para o ar. No Dia Mundial da Televisão, o reconhecimento vai para todos aqueles que não dão a cara mas sem os quais não seria possível fazer televisão. E que orgulho é fazer parte de uma dessas equipas.


A todos vós, um aplauso de pé.

---
O Rapaz Invisível também está no Facebook e no Instagram. Segue-o.